sábado, 24 de janeiro de 2015

Tempo de mudanças...tempo de reflexões

Fechar um ciclo...encerrar um tempo, assim somos marcados ano após ano!
Curioso perceber que acumulamos esperanças de melhores dias assim que o ano finda, é como estar renovando votos e projetando mudanças...2014 foi um ano de muita luta, de plantar boas sementes para que deem frutos nos próximos anos...foi um ano de muitas mudanças, internas e externas, na alma e no coração, na mente e no corpo e para brindar esse ano que começa já a todo vapor uma bela poesia de Ledo Ivo que um dia Cota presenteou Migo...pra lembrar que nada como a passagem do tempo para marcar as necessárias transformações!


A mudança Mudo todas as horas. E o tempo, sem demora, muda mais do que fia.
Mudo mas permaneço bem longe das mudanças. Como uma flor, floresço. Sou pétala e esperança.
Mudo e sou sempre o mesmo, igual a um tiro a esmo. Como um rio que corre.
Sem sair de onde estou, de tanto mudar sou o que vive e o que morre. - Lêdo Ivo, in "Plenilúnio", 2004.

VEM

O abelhudo e a exibida                         ou o pintor e sua obra Me encanto quando me invade assim Meio sem jeito, mei...